Hoje é quinta feira e confesso que não dormi lá muito bem com a
expectativa, hoje é um dia que provavelmente pode mudar a minha situação
profissional, só que não vou poder falar abertamente disso aqui no blog,
nunca se sabe quem pode estar a ler! 😉

Enfim, lá tive que papar mais um dia de cobol… a coisa até nem está mal
de todo, finalmente parece que cheguei a um patamar onde já me desenrasco
em muita coisa sozinho, mas aquilo dá-me cabo da cabeça! Para ser franco,
o Cobol não é assim tão mau quanto o pintam, o que as pessoas se esquecem
de comentar é sobre o que o rodeia! Senão, vejamos, empresas enormes, com
pouca ou nenhuma atenção para o indivíduo, por muito bons que os colegas
são (é o caso, são uns porreiros) isso não traz alivio para a constante
pressão e diferenciação negativa que nos é feita pela empresa enquanto
instituição, todas estas coisas a juntar às típicas relacionadas com
esta área (bugs, prazos, especificações, etc.) e penso que a experiência
torna-se negativa! Não tanto pela linguagem em si, porque essa é um mundo
desconhecido por muitos, senão não seria tão mal conotada. Quem sabe
programar, programa em qualquer linguagem!

De toda a forma quando saí do emprego, aconteceu! Bom Karma, gostei, penso
que terá sido reciproco, mas quem pode saber? Da minha parte só posso
aguardar! Certo, certo é que a contagem começou, e quando se começa já
não se pode parar…