Este ano tive a oportunidade de poder experimentar o voto electrónico! A freguesia onde vivo em Setúbal, S. Sebastião, foi uma das escolhidas para esta experiência piloto que ao que pude apurar foi um sucesso! 🙂

logo.gif


Pelo território nacional eram várias as freguesias onde ocorreu esta experiência, a solução variava no equipamento (três propostas tecnológicas diferentes pela Multicert, Indra e Unisys) ao longo das freguesias participantes. Na minha freguesia o equipamento disponível era o da Unisys, descobri no a a href=”http://www.votoelectronico.pt” target=”_blank”>site desta experiência uma demonstração do que aconteceu, se quiserem dar uma vista de olhos.

Na verdade o ambiente que se viveu la era um pouco dantesco, parecia que estava no Total Recall, com imensa gente a dar apoio ao som de mensagens de propaganda que vinham de um enorme ecran (as mensagens para perceberem a ideia eram coisas do estilo: “Contamos contigo”, ou o “País Conta Contigo”, era qq coisa nesta onda! Acompanhada claro com imagens à medida! Benditos marketteers!). O equipamento era relativamente simples embora a ideia de cartão de voto parecesse saída de um filme sobre consolas e respectivas “bolachas” de jogos!

A máquina em teste pareceu-me ter um grave problema de usabilidade, mas lá está eu sou um “power-user” e como tal o que vou dizer a seguir pode não corresponder à verdade! O que aconteceu foi que no final de seleccionar o meu voto e perante um ecran de confirmação do respectivo voto eu não consegui perceber onde é que podia confirmar, embora a opção de voltar atrás fosse óbvia por estar no ecran táctil, o que aconteceu foi que tirei a respectiva “bolacha” e adivinhem lá o que aconteceu?? Aquela gaita desatou aos gritos! Parecia que vinham os bombeiros a caminho! He! He! Num instante inseri novamente a bolacha e coisa gira o tipo voltou a mostrar-me o ecran de confirmação!!!!!!!! Lá percebi que existia um botão na máquina a dizer voto que era mais do que uma luzinha! hE! he! Voto feito!

A outra curiosidade é que não existia a opção de votar em branco! Duh?!?! Terá sido esquecimento ou propositado? Também se escreveu sobre este esquecimeno no Sadinos.

Ah! já me esquecia! Ainda recebi uma T-Shirt por ter participado! 🙂