Os posts seguintes vão ser escritos de forma inversa, o facto de estar a curar uma gastroentrite assim o obriga! Calha-nos a todos, desta vez saiu-me a mim, a minha aposta vai para um ovo, mas pode ter sido outra coisa qualquer!

Na última noite de férias, a alvorada foi às 5:40 da manhã e até às 11 só não deitei cá para fora nenhum orgão vital, com muita força de vontade, porque o meu corpo bem que se esforçou por isso! A Pateca é que acabou por tomar conta do nosso regresso a casa, e pronto ficou experiente nos surtos de febre do marido que deixam qualquer um em pânico, menos ela pelos visto! 😉

Dois dias com febre a arder fizeram com que não pudesse estar na entrega dos diplomas do VectorE, nem jantar do “Bota-Fora da log“, que foi organizado pela Ivone no assuka para “celebrar” a minha saída e do André da log, foi o que se pode dizer um verdadeiro bota-fora!

Estou a arranjar coragem, para debaixo da febre que ainda resiste escrever sobre as férias e sobre a nova etapa profissional que começa já na próxima segunda.