O Manu enviou-me um email, que embora já seja bem velhinho, acho-lhe sempre uma piada incrível, principalmente pela ironia à nossa sociedade actual, por isso acabei por transcrevê-lo aqui no blog. Ora reza assim…

Será que nasceste na década de 60, 70 ou 80? E ainda estás vivo???

  1. Os carros, há 20 anos, não tinham cinto de segurança, nem apoio de cabeça nem airbags.
  2. No banco de trás era a festa, era”divertido” e não era “perigoso”
  3. As barras das camas e os brinquedos eram multicolores ou pelo menos envernizadas e com tintas contendo chumbo e muitos outros produtos tóxicos.
  4. Não havia protecção infantil nas tomadas eléctricas, nas portas das viaturas, nos medicamentos e nos produtos químicos de limpeza.
  5. Podia-se andar de bicicleta sem capacete.
  6. Bebia-se água da mangueira de rega, num chafariz ou não importa em que sítio, sem que fosse a mais pura água mineral saída de uma garrafa bacteriologicamente aprovada.
  7. Fazíamos carros com caixas de sabão e aqueles que tinham a sorte de ter uma rua asfaltada inclinada junto de casa podiam tentar bater recordes de velocidade e aperceberem-se, tarde demais, que os travões tinham sido esquecidos… Após alguns acidentes, o problema era normalmente resolvido!
  8. Tínhamos o direito a brincar na rua com uma única condição: estar de volta antes de anoitecer.
    E não havia GSM nem ninguém sabia onde estávamos nem o que fazíamos entretanto. Incrível!
  9. A escola fechava ao meio-dia para almoço e podíamos ir comer a casa.
  10. Arranjávamos feridas, fracturas e às vezes até partíamos os dentes, mas ninguém era levado a tribunal por isso. Mesmo quando havia grande bagunça, ninguém era culpado excepto nós próprios.
  11. Podíamos engolir toneladas de doces, torradas com toneladas de manteiga e beber bebidas com açúcar de verdade, mas ninguém tinha excesso de peso.
  12. Podíamos partilhar uma limonada da mesma garrafa sem receio de contágio.
  13. Não tínhamos Playstation, Nintendo 64, X-Box, jogos video, 99 programas de TV por cabo ou satélite, nem vídeo, nem Dolby surround, nem telemóveis, nem computador, nem chat na Internet, mas tínhamos…. Amigos!
  14. Podíamos sair, a pé ou de bicicleta para ir a casa de um colega, mesmo que ele morasse a vários km, bater à porta ou simplesmente entrar em casa dele e sair para brincarmos juntos.
  15. Na rua. Sim, na rua. No mundo cruel! Sem vigilância! Como é que isso era possível? Jogávamos futebol só com uma baliza e se um de nós não era seleccionado uma vez, não havia traumas psicológicos, nem era o fim do mundo!
  16. Por vezes um aluno um pouco mais fraco que os outros tinha que repetir. Ninguém era enviado ao psicólogo ou ao pedopsiquiatra.
  17. Ninguém era disléxico, hiperactivo nem tinha ” problemas de concentração”. O ano era repetido e pronto. Cada um tinha as mesmas oportunidades que os outros.
  18. Nós tínhamos liberdades, erros, sucessos, deveres e tarefas… e aprendíamos a viver e a conviver com tudo isso.

A pergunta é: mas então como conseguimos nós sobreviver? Como pudemos desenvolver a nossa personalidade?

Será que tu também és desta geração?

Se sim, envia este texto aos teus contemporâneos, mas também aos teus filhos, sobrinhos e sobrinhas, para que eles vejam que estranha a nossa vida era, há tão pouco tempo! Eles vão achar que a nossa época era aborrecida…. não tinhamos nada do que eles hoje têm… nem sequer as doenças e as alergias…

Ah, mas como éramos felizes!