SapoNo Expresso deste fim-de-semana (Obrigado André!) vinha um artigo no caderno de economia que me deixou bem contente! é que como diz o Celso, nem sempre se fala com orgulho daquilo que por cá se faz! Somos todos muito bons a criticar-nos, mas poucos os que elogiam e ainda menos os que tentam fazer a diferença!

Gostei do artigo por três ideias em particular que lá vi reflectidas:

  1. Começei por gostar de ver reconhecido o trabalho de uma equipa, que acreditem ou não se esforça muito todos os dias por criar e levar as melhores soluções, conteúdos e serviços a um mercado dominado por estrangeiros, sim, porque nestas coisas de tecnologia os números contam, é que muito embora a net esteja cheia de projectos que começam pequeninos e acabam por marcam posição e diferença, não é de todo fácil sobreviver neste meio, quem por cá anda que o diga!
  2. A nível pessoal, gostei muito, está práticamente a fazer um ano que me juntei ao projecto SAPO, há quase um ano atrás resolvi mudar de empresa, uma decisão que não foi nada fácil de tomar, por deixar para trás bons amigos e porque uma saída é sempre complicada a nível pessoal, na altura tive muitas dúvidas, mas hoje não me arrependo nada e para ser sincero, acho que teria tomado a mesma decisão embora muito mais cedo. Estar no SAPO é de facto muito bom, é ter oportunidade de marcar a diferença em projectos como o Fotos e de inocentemente acreditar que realmente podemos marcar a diferença! Basta querermos claro, o que por cá, com todo este péssimismo envolvente nem sempre é fácil remar contra a maré!

Ao Expresso, obrigado!